Para seus contatos
Read Time1 Minute, 21 Second

Isabella da Silva segue em coma induzido e entubada. Informação foi confirmada pelo diretor do pronto-socorro de Rio Branco

A advogada Isabella da Silva, de 37 anos, um dos primeiros casos confirmados de Covid-19 no estado do Acre, foi transferida da Unimed para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do pronto-socorro de Rio Branco. A transferência ocorreu na noite dessa sexta-feira (27).

A informação foi confirmada pelo diretor do pronto-socorro, Areski Peniche. Segundo ele, a advogada está estável, mas segue entubada e em coma induzido.

“Ela está na UTI da Covid-19 que a gente criou na unidade. Foi transferida em estado estável, do ponto de vista hemodinâmico. Continua entubada, evoluindo bem do quadro dela e hoje está no 14º dia da infecção”, afirmou o diretor.

Advogada Isabella da Silva foi um dos primeiros casos de Covid-19 no AC; advogada está em coma induzido — Foto: Arquivo pessoal

Isabella foi internada na segunda-feira (23) na Unimed. A unidade de saúde chegou a divulgar um boletim médico sobre a situação da paciente após diversas fake news invadirem as redes sociais.

Ela contraiu a doença em Fortaleza, onde participou da conferência OAB Mulher, que reuniu 3 mil pessoas. Desde o diagnóstico, a advogada estava em isolamento domiciliar, mas o agravamento do quadro fez com que ela fosse internada e, segundo a Unimed, ela estava com pneumonia viral.

Até essa sexta-feira (27), a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) confirmou 25 casos do novo coronavírus no estado. Outros 95 exames seguem em análise. Todos os pacientes confirmados estão em Rio Branco. Via G1/AC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *