Faça parte de nossos grupos de Whatsapp

Polícia

Após 40 anos de casados, ex-marido mata mulher a tiros e depois comete suicídio

Ele teria jogado o automóvel na direção da vítima, que correu em direção a igreja para pedir ajuda

Uma mulher foi morta na manhã desta segunda-feira (18), no acesso ao pavilhão da Igreja Matriz de Corbélia, no oeste do Paraná.  Testemunhas disseram aos policiais que antes de ser assassinada, a vítima, Elza Formighieri Morschheiser, foi perseguida pelo homem, de carro.

“Ela correu aproximadamente 50 metros. Aí, ele perseguiu a vítima com um revólver calibre 38 e efetuou vários disparos. Depois, recarregou a arma, e efetuou mais três”, disse o delegado Fabiano Nascimento, responsável pelo caso, em entrevista ao G1/PR.

Elza Formighieri Morschheiser foi morta pelo marido

Elza, que estava indo para o trabalho de bicicleta, chegou a ser atropelada e seguiu em direção à igreja para pedir socorro, quando foi atingida por ao menos quatro tiros de revólver, de acordo com a polícia.

Logo após matar a ex-companheira, o homem atirou contra a própria testa e morreu

Os corpos ficaram caídos em área isolada pela Polícia Militar até a chegada da perícia. A arma usada no homicídio e suicídio ficou perto do atirador.

Os dois forma casados por 40 anos e o ex-marido não aceitava o fim do relacionamento.

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.
Related posts
Polícia

Homens que assaltaram joalheria em Aparecida de Goiânia são mortos em confronto com a polícia

Polícia

Antes de ser assassinada, professora temia pela segurança de amigos e reclamou da burocracia policial; ouça o áudio

Polícia

Ex-marido que matou professora à pauladas em Candeias pagou R$ 4 mil para ser solto; delegados se defendem

Polícia

No Paraná, alegando bulling, homem invade pensionato, ataca estudantes e deixa uma pessoa morta

Assine nossa newsletter e receba nosso boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *