Uma bebê de um ano morreu após ficar mais de 3 horas presa no carro do pai na última segunda-feira (1) em Boa Vista (RR). As informações são do G1.

Segundo a Polícia Militar, o pai, que é professor, relatou que esqueceu a filha quando foi trabalhar em uma escola, por volta das 15h e só a encontrou às 18h20. A criança foi levada ao Hospital da Criança Santo Antônio, mas não resistiu.

Testemunhas disseram que houve demora para que a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegasse ao local.

A delegada plantonista e coordenadora da Central de Flagrantes, Eliane Gonçalves foi quem atendeu ao procedimento.

“Devido ao estado de choque dos pais da criança, pelo abalo emocional causado pela tragédia, a delegada não teve condições de ouvir as declarações dos pais, o que considerou, dada as circunstâncias, que seria desumano”, explicou a assessoria de comunicação.

O registro da ocorrência foi feito com base no depoimento dos policiais militares que apresentaram também o Relatório de Ocorrência Policial. Todas as formalidades foram adotadas em relação ao caso e, com a liberação dos laudos periciais, serão encaminhados à Justiça.

A bebê morreu de asfixia por desidratação, devido ao tempo que permaneceu no interior do veículo, segundo o Instituto Médico Legal (IML). A vítima ficou por cerca de 3 horas dentro do veículo.

Foram solicitadas também perícias ao Instituto de Criminalística no veículo da família onde estava a criança.

A Polícia Civil apurou que a criança foi esquecida pelo pai dentro do carro, quando ele chegou ao trabalho, por volta das 15 horas e, ao retornar, as 18h20, foi que percebeu a presença da menina no veículo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *