Faça parte de nossos grupos de Whatsapp

Regional

BR 364 está liberada nos dois sentidos, informa DNIT

Rodovia havia sido interditada às 19h55 de quarta-feira, segundo a PRF, contabilizando cerca de 24 horas de interrupção no tráfego

A ponte sobre o Igarapé Andirá, na BR-364, está libertada para a circulação de veículos nos dois sentidos. A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite desta quinta-feira (7). A cabeceira da ponte desmoronou na última quarta-feira (6), deixando o local, que fica entre os municípios de Jaru e Ariquemes, interditado. A área foi liberada às 21h15.

Anteriormente, a previsão do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) era de que uma das pistas fosse liberada nesta sexta-feira (8). O local foi interditado às 19h55 de quarta-feira, segundo a PRF, contabilizando cerca de 24 horas de interrupção no tráfego.

Logo após a liberação, o DNIT soltou uma nota na página institucional do órgão no Twitter informando a abertura total da rodovia.

Equipes da PRF em conjunto com Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) seguiam no local trabalhando para recuperar a via.

Nenhuma pessoa passava pela ponte no momento da queda da cabeceira, o que não deixou feridos.

No fim da tarde desta quinta, a PRF informou que os funcionários fazem o chamado “serviço emergencial de colocação de pedras”, com objetivo de fechar o buraco de 9 metros que se formou no local.

Conforme a corporação, a construção de uma ponte metálica chegou a ser cogitada, mas a PRF não confirmou a aprovação ou reprovação da ideia.

Consequências

Com o desmoronamento, motoristas que saem do Acre ou Amazonas, por exemplo, não conseguiam mais chegar ao Mato Grosso por terra, pois a BR-364 é a única rodovia que interliga estes estados. Já quem sai do Mato Grosso também não conseguia ir ao Acre ou Amazonas.

A ponte que desmoronou fica sobre o Igarapé Andirá, no Km 464. Um buraco de 9 metros se formou na rodovia e isso impossibilitou a passagem de veículos pelo local. Pedestres também não conseguiam passar por questão de segurança.

Por volta de 23h30 da noite de quarta-feira, a PRF divulgou uma nota informando que pediu para as empresas de ônibus suspenderem as viagens de ônibus, pois ainda não havia rotas alternativas para atravessar este trecho da BR-364.

A BR-364 é a principal rodovia do estado, responsável por interligar Rondônia ao Mato Grosso, por exemplo.

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.
Related posts
Regional

Mulher é acusada de desligar aparelho de oxigênio do pai, em Vilhena, "quero dar um fim ao sofrimento dele"

Regional

Polícia Militar de Rondônia inova mais uma vez e prende jovem que portava moeda de R$ 1 furada por "destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia".

Regional

Em Rondônia, 79 pessoas foram assassinadas nos dois primeiros meses de 2019

Regional

Professor aposentado de 71 anos é preso suspeito de abusar de 2 crianças em Vilhena

Assine nossa newsletter e receba nosso boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *