Segundo a Anac, empresas poderão explorar serviços regulares e incluir pontos intermediários. Não há limitação de localidades atendidas nem de voos a serem ofertados

Brasil e Portugal fecharam nesta sexta-feira (28) um acordo de serviços aéreos, que elimina restrições para o transporte de passageiros e cargas.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o acordo permite a imediata ampliação da oferta de voos internacionais para quaisquer destinos nos dois países.

De acordo com a Anac, com o acordo, empresas aéreas dos dois países podem explorar serviços regulares entre os dois países e incluir pontos intermediários. Não há limitação de voos que poderão ser oferecidos, nem restrição de localidades atendidas.

O Brasil já tem acordos parecidos com Reino Unido, Espanha, Holanda, Dinamarca, Grécia, Suécia, Luxemburgo e Finlândia.