Cantor sertanejo é condenado a 30 anos de prisão por matar companheira com dez facadas

Compartilhe
Read Time55 Second

Justiça foi feita’, diz irmã de gerente assassinada em abril de 2018 após discussão

O cantor sertanejo Antônio Marcos Bueno foi condenado a 30 anos de prisão por assassinar a companheira Camila Lourenço com dez facadas no ano passado, após quase 9 horas de julgamento no Fórum de Araraquara (SP), nesta terça-feira (1º). 

Bueno foi condenado em regime fechado por homicídio, feminicídio, motivo torpe e meio cruel. A decisão cabe recurso. A defesa dele não foi encontrada para comentar a sentença.

O crime

Camila, de 32 anos, foi assassinada em uma casa no Jardim Higienópolis em abril de 2018. A vítima, que era gerente de uma esmalteria, foi até a casa onde o companheiro, de 36, estava morando com a mãe. 

Após uma discussão do casal, o homem desferiu as facadas e Camila morreu no local. O cantor fugiu. 

A mãe do suspeito e outra testemunha também ficaram feridas ao tentar contê-lo. Elas foram socorridas por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close