Casal é preso suspeito de agredir filho adotivo, em Londrina

Compartilhe
Read Time1 Minute, 24 Second

Criança de oito anos foi internada em estado grave. Caso aconteceu na noite de domingo (8)

Um casal foi preso em flagrante em Londrina, no norte do Paraná, na noite de domingo (8) suspeito de agredir filho adotivo.

A criança foi levada em estado grave ao hospital, onde está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O menino de oito anos foi adotado há dois meses, no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.), uma conselheira tutelar recebeu a ligação do Hospital Evangélico dizendo que uma criança que estava sendo atendida no pronto-socorro possivelmente tinha sido agredida.

‘Indícios de tortura’

No hospital, a conselheira tutelar encontrou o menino com “marcas severas de agressão física, com indícios de tortura”, conforme consta no Boletim de Ocorrência. Então, chamou a Polícia Militar (PM).

O médico pediatra que atendeu a criança afirmou à PM, segundo o B.O., que perguntou aos pais adotivos como ela tinha adquirido os hematomas. De acordo com o B.O., o casal respondeu que deu “umas chineladas e palmadas” – que seriam um corretivo.

À Polícia Militar, os pais disseram que causaram os hematomas, com o “intuito de discipliná-lo”. Eles foram encaminhados à Central de Flagrantes de Londrina. Via G1

Continue lendo…

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close