Como vencer o bloqueio criativo

Compartilhe
Read Time4 Minutes, 45 Seconds

A tecla mais utilizada no seu notebook ou computador é a backspace ou delete

Você tem um texto para escrever, uma tarefa com prazo determinado para executar, uma conversa de negócios para ajustar. Aparentemente você está bem, não está doente, mas simplesmente seu cérebro não colabora. O computador tá ali bem ali na sua frente, mas a inspiração não vem. Fica horas à fio matutando e só o que consegue produzir é um mísero parágrafo, refeito pela enésima vez. 

A tecla mais utilizada no seu notebook ou computador é a backspace ou delete. Talvez você nem tenha se dado conta de quantas vezes levantou pra ir assaltar a geladeira, visitou sites que não tinham relação com sua demanda, olhou trocentas vezes o WhatsApp pra ver se não tinha nenhuma mensagem importante e inadiável de ler, perdeu tempo com coisas fúteis. Tudo isso enquanto se cobra e martiriza por não conseguir realizar seu trabalho. É um pesadelo e, como tal, é torturante! 

Foco, meu amor, cadê você?

O medo te paralisa, te engessa. Medo de quê exatamente? De ter perdido a capacidade laborativa, de escrever um texto amador. Medo de sei lá o quê. Esse é o mais perigoso. Pressionado pelo tempo que corre e pelos próprios pensamentos que te boicotam, você trava. Nesse momento, você se compara às pessoas produtivas e se sente o cocô do cavalo de Napoleão. Está exausto, esgotado, nem te espremendo ou te colocando de cabeça pra baixo vai surgir uma ideia bacana.

Sem respostas você deixa pra fazer as atividades depois e vai adiando dia após dia. Parabéns! Você se tornou um procrastinador por excelência. Joinha pra você. #SQN 

Queridx, o nome disso é bloqueio criativo e é mais comum do que se pensa. Mas deixa eu te lembrar uma coisinha: você não pode se dar ao luxo de desistir. As contas estão se acumulando e o 011 liga no seu celular até em feriados e dias santos.  Eu sei que, decididamente, tudo que você queria era jogar a toalha, desistir. Talvez até tirar umas férias para reorganizar os pensamentos e se reenergizar. 

Mas aí você se lembra que não tem grana pra isso. 

Te deixei deprimido? Então tenho a missão de te fazer respirar aliviado: Meninx, tem como lidar com isso!!! E o melhor de tudo: você não vai precisar de coaching, curso de motivação e etc e tal. É sério. Juro. Você é seu próprio mestre. Bonito isso, né? Eu gostei.

DICAS:

1 – PRA QUÊ TANTA PÁGINA ABERTA?

Tudo que você vai precisar é de um pouquinho de determinação. Pra começar, que tal se livrar das distrações? Sabe aquele monte de páginas abertas no seu computador? Feche o máximo que puder. As tentações digitais desperdiçam sua energia.

2- IGNORE O WHATS

Na sequência, desligue o alerta de mensagens do seu WhatsApp. Vai por mim, se for algo muito importante, vão te ligar.

3- DESTRAVE O DEDO

Depois disso inspire profundamente e solte o ar lentamente umas dez vezes (lembre dos professores que ministram atividades físicas) e escreva. Não pense. Só escreva. Não pare pra corrigir achando que fez uma caca. Não se critique. Siga o fluxo.

4 – CAFEÍNA É VIDA

Faça uma pausa. Tome um café. Não tô dizendo pra secar a garrafa. Só pra jogar um pouco de cafeína na corrente sanguínea. Faz parte do processo produtivo. Você sente que trabalhou tanto que merece aquela pausa. E isso vai te estimular a voltar ao trabalho. Opa! você pulou de fase. Já não é um zé ruela que não consegue tirar uma ideia da cabeça. Você é um trabalhador. Tá quase lá: uma pessoa criativa, o que é a sua meta.

Na volta ao trabalho, aproveite pra dar uma passada de olho no que produziu. Se o todo não lhe agradar, com certeza você terá elementos que irá aproveitar. A ideia era sair da estaca zero, cumpadi, e você conseguiu.

5 – ÓCIO PRODUTIVO

Por último, não exija demais desse cérebro que ficou improdutivo por longos e arrastados meses. Concluiu a tarefa? Ótimo. Não conseguiu fazer tudo? O que você vai fazer agora é ocupar sua mente com coisas relaxantes: cuide do jardim, ajeite a bagunça do seu guarda-roupa (Tá, eu sei, isso não é divertido. Mas funciona, véi), dance, cante. Música relaxa os nervos.  Amanhã vai ser outro dia.  

Se no dia seguinte, o bloqueio bater à porta, tente uns exercícios que aprendi, funcionaram pra mim, e que compartilho com vocês.

6- DIÁRIO DE BORDO

Escolha uma destas frases sugeridas, azeite os dedos pra teclar ou escrever num caderno e mande brasa.

  • Se eu tivesse mais tempo durante o dia, usaria para …
  • Sinto-me fora da minha zona de conforto quando …
  • Meu trabalho é motivado por …
  • Esta semana, estou agradecido por …
  • Hoje eu deveria evitar …
  • Sinto-me realizado no trabalho quando …
  • Da minha equipe, tenho orgulho de …
  • Eu trabalho melhor quando …
  • Recentemente, estou lutando com…
  • Hoje, vou aliviar o estresse …

Essa atividade, aparentemente simples e banal, vai fazer seus pensamentos pular pra fora da caixa e sua criatividade finalmente irá fluir.

Por Josi Gonçalves ([email protected])

Leia também

0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close