As fotos desarquivadas pelo jogador Neymar e a atriz Bruna Marquezine no Instagram nessa sexta-feira (22) não se tratava de uma reaproximação de BruMar, mas sim, de algumas cláusulas contratuais envolvendo o ex-casal, de acordo com informações do colunista Ricardo Feltrin, do UOL.

Segundo a reportagem, o ex-casal havia assinado alguns contratos comercial, entre eles, um com uma grife de moda. Em uma das cláusulas está estipulado que ensaios feitos na ocasião deveriam permanecer nas redes sociais de ambos por um determinado período de tempo que ainda não venceu.

O caso ganhou repercussão quando alguns fãs de BruMar perceberam que eles haviam recolado algumas fotos em que apareciam juntos, mas Bruna Marquezine inclusive veio a público afirmar que não há reaproximação e que quem publicar que eles reataram está espalhando “fakenews”.