Para seus contatos
Read Time1 Minute, 29 Second

Bolsas despencam nesta segunda-feira (16) após Fed cortar juros para próximo de zero e com mais países fechando fronteiras

As principais bolsas do mundo enfrentaram mais um dia de forte queda nesta segunda-feira (16), após dados mostrarem um forte tombo na economia chinesa e com o novo corte surpresa na taxa de juros dos EUA não conseguindo acalmar os mercados.

Nesta segunda, a turbulência nos mercados provocou a interrupção das negociações tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, onde as quedas atingiram o limite para o acionamento do chamado ‘circuit breaker’ – aqui, a primeira interrupção acontece quando o Ibovespa cai mais de 10%; nos EUA, quando os índices recuam 7%.

O dólar teve forte alta, e fechou acima de R$ 5 pela primeira vez, enquanto a Bovespa caiu quase 14%. Já as principais bolsas europeias fecharam com quedas de cerca de 5%.

Veja os principais destaques do dia:

  • Dólarfechou em alta de 5,16%, a R$ 5,0612
  • Bovespa: encerrou o pregão em queda de 13,92% (circuit breaker acionado pela manhã)
  • Ações da Petrobras (PETR4): queda de 13,96%
  • Bolsa de Nova York (Dow Jones): queda de 12,94% (circuit breaker acionado na abertura)
  • Barril do petróleo Brent: opera em queda de 11,88%, a US$ 29,83
  • Barril do petróleo WTI: opera em queda de 9,36%, a US$ 28,76
  • Bolsa de Frankfurt: fechou queda de 5,31%
  • Bolsa de Paris: fechou em queda de 5,75%
  • Bolsa de Londres: fechou em queda de 4,01%
  • Bolsa de Madri: fechou em queda de 7,88%
  • Bolsa de Tóquio: fechou em queda de 2,46%
  • Bolsa de Xangai: fechou em queda de 3,4%
  • Bolsa de Seul: fechou em queda de 3,19%
  • Bolsa de Sydney: fechou em queda histórica de 9,70%

Via G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *