Para seus contatos
Read Time54 Second

Criadores de elefantes registraram queda significativa nas receitas por conta da quarentena mundial; sem dinheiro não conseguem alimentar os animais que consomem quase 200 kg de alimento por dia

Criadores de elefantes na Tailândia estimam que cerca de mil animais podem morrer no país, por conta da crise do coronavírus que gerou redução significativa nas receitas derivadas do turismo.

Praticamente sem turistas, os criadores estão tendo dificuldades para garantir a alimentação básica dos quase 4 mil elefantes criados em cativeiro na Tailândia. Um elefante adulto pode comer cerca de 200 kg de comida por dia. 

Organizações Não Governamentais (ONG) como a Save Elephant afirma que sem dinheiro os elefantes podem ser colocados na rua e voltarem para um ciclo de exploração em madeireiras – desde 1989 é proibido o uso de elefantes na indústria da madeira – ou em zoológicos.

Criadores afirmam que já é difícil manter os animais mesmo com as receitas estáveis. Um santuário de elefantes no norte da Tailândia já acolheu cerca de 70 animais que foram abandonados por criadores sem condições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *