“Eu disse que ele é covarde, e estou falando de novo”, diz Glenn sobre Nunes

Compartilhe
Read Time2 Minutes, 6 Seconds

O jornalista publicou um vídeo comentando a briga com o também jornalista Augusto Nunes durante um programa de rádio nesta manhã

O jornalista Glenn Greenwald , criador do site  The Intercept , publicou na tarde desta quinta-feira (7) um vídeo em seu perfil no Twitter no qual comenta a  briga com Augusto Nunes durante o programa Pânico, na Rádio Jovem Pan . “Eu disse que ele é covarde, e estou falando isso de novo”, disse Glenn sobre seu posicionamento na discussão.

Os atritos entre os dois jornalistas começaram quando Glenn lembrou que Augusto Nunes insinuou que ele e seu marido, o deputado  David Miranda , seriam pais negligentes por trabalhar fora, e disse que um juiz deveria tirar seus filhos e colocá-los de volta em um abrigo. O episódio foi lembrado mais uma vez por Glenn no vídeo. “A coisa mais feia e suja que ouvi na minha carreira com jornalista”, disse.

O jornalista ainda classificou o uso da violência no debate político como algo “muito grave”. Ele relacionou os atos de Augusto Nunes com o movimento bolsonarista, que ao longo desta tarde vem demonstrando apoio a Nunes. “O movimento do Bolsonaro está apoiando o uso dele de força física porque ele é fascistas e fascistas agem assim”, afirmou. E alertou: “Esse princípio que eles estão apoiando pode muito bem ir para as ruas, e isso é muito grave”.

Glenn Greenwald foi agredido por Augusto Nunes durante o programa Pânico desta quinta-feira (7). O programa mal havia começado quando Glenn disse que não sabia que Nunes estaria na bancada, mas que não teria problemas em dialogar. Logo em seguida começou o desentendimento que culminou na agressão. “Eu acredito muito no diálogo com pessoas diferentes, por isso fui para a Jovem Pan”, reafirmou Glenn Greenwald no vídeo publicado há pouco. Via IG

LEIA TAMBÉM

0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close