Painel Político

Revista, é uma editoria do site Painel Político, e apresenta notícias variadas sobre tecnologia, streaming, variedades, famosos, fatos do cotidiano no Brasil e no mundo.

Ex-apresentadora da Record é investigada por vender batom emagrecedor

Para seus contatos
Read Time1 Minute, 48 Second

Ministério Público estaria de olho no produto comercializado pela empresa de Viviane Salvetti e Anvisa se posicionou

O batom vendido pela empresa da ex-apresentadora da Record News Viviane Salvetti estaria sendo investigado pelo Ministério Público de São Paulo (MPSP). Tudo porque, o produto promete ajudar na redução de gordura e perda de peso. Segundo divulgado pelo colunista Léo Dias, a investigação começou após um consumidor fazer uma denúncia e um inquérito foi instaurado.

+ de 4,7 mil ouvintes. Confira nosso podcast

No site oficial do batom , é falado que o produto é registado na Anvisa, porém, em nota divulgada por Léo Dias, o órgão diz que essa informação não procede: “Uma propriedade terapêutica, como emagrecimento, é uma característica de medicamentos. Assim para que um produto faça este tipo de alegação, deve ser previamente aprovado pela Anvisa como medicamento. Não há medicamentos aprovados na Anvisa com o nome Lip4Slim”.

A marca Lip4Slim disse, em nota, que apenas o primeiro lote do produto saiu com rótulos que indicavam que o batom ajudava no emagrecimento. “Em obediência ao cumprimento das exigências da lei e, dessa forma, a necessidade de readequar a rotulagem dos produtos para a nomenclatura adequada, a VS Lab [empresa que comercializa o batom] retirou imediatamente de circulação o LOTE 1 dos produtos Lip4Slim.”

Propaganda Lip4Slim
Reprodução/InstagramPropaganda no Instagram da Lip4Slim

Entretanto, o que se vê no Instagram da marca são várias propagandas dizendo que o produto ajuda a perder medidas: “Emagreça com saúde! Use Lip4Slim”. Na rede social ainda há relatos de celebridades que teriam usado o batom e perdido peso, como o da cantora Kelly Key. No site do produto há também um link com um possível estudo que foi feito para comprovar a eficácia do batom, no qual participaram apenas 33 pessoas.

Viviane Salvetti usou as redes sociais para rebater o que foi divulgado por Léo Dias: “Nosso produto já foi testado por diversos especialistas e voluntários durante anos de pesquisas. Apenas gostaria de lhe corrigir referente à informação sobre ‘sermos investigados pelo MP’, pois não procede. Fomos apenas notificados pelo mesmo que deveríamos corrigir a rotulagem do nosso primeiro lote”.   

Via IG 

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo