Painel Político

Revista, é uma editoria do site Painel Político, e apresenta notícias variadas sobre tecnologia, streaming, variedades, famosos, fatos do cotidiano no Brasil e no mundo.

Fieis se desentendem por causa de microfone durante missa e um atropela o outro na saída de igreja

Para seus contatos
Read Time1 Minute, 41 Second

A vítima contou aos policiais que estava na missa, no salão paroquial da cidade com sua esposa, quando o suspeito chegou e queria falar ao microfone, mas como a missa já estava no final, o padre encerrou e não deixou o homem falar

Dois homens se desentenderam durante uma missa na noite desse domingo (24) em Glória D’Oeste, a 304 km de Cuiabá, e um atropelou o outro na saída da igreja. 

Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada após o atropelamento. Chegando no local, os militares foram informados que a vítima, de 51 nos, estava em uma unidade hospitalar, recebendo atendimento médico

A vítima contou aos policiais que estava na missa, no salão paroquial da cidade com sua esposa, quando o suspeito chegou e queria falar ao microfone, mas como a missa já estava no final, o padre encerrou e não deixou o homem falar. 

O suspeito teria se irritado e falado para a vítima que já estava passando da hora do padre ir embora da cidade. 

A vítima então teria dito ao suspeito que não deixaria ele estragar a missa com suas histórias. 

Nesse momento, segundo a vítima, o suspeito correu até o carro e a vítima seguia para casa. Enquanto caminhava, escutou um carro vindo em sua direção acelerando e, então, o suspeito teria subido na calçada com o veículo. A vítima disse que pulou para tentar escapar da batida, mas acabou sendo atingido nas costas pelo veículo e arremessado contra a parede de uma loja. 

Depois disso, o suspeito fugiu do local e a vítima foi encaminhada ao hospital por testemunhas que estavam próximos e escutaram o barulho da pancada. A vítima sofreu escoriações nas pernas e no braço esquerdo e ainda disse sentir muita dor nas costas do lado direito. 

Os policiais realizaram buscas, mas não localizaram o suspeito. 

O caso foi registrado na Delegacia de Porto Esperidião, a 358 km de Cuiabá, que passa a investigar o caso.

Via G1/MT

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo