Fuvest usará reconhecimento facial de candidatos no vestibular de 2020

Compartilhe
Read Time1 Minute, 19 Seconds

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) usará o sistema de reconhecimento facial dos candidatos nas duas fases do Vestibular de 2020. O sistema substitui a coleta da impressão digital e aumentará o controle de segurança do exame, além de agilizar a identificação dos candidatos. No momento em que o estudante faz seu cadastro inicial, insere uma foto sem detalhes ao fundo, destacando o rosto sem usar acessórios.

“Essa imagem é comparada digitalmente com as fotos coletadas pela instituição nos dias de prova por meio de um aplicativo desenvolvido especialmente para a Fundação. Ao final do Concurso Vestibular, os candidatos em fase de matrícula têm todas as suas imagens verificadas por um sofisticado sistema de processamento de dados, que certifica a identidade dos aprovados”, explica a Fuvest.

Além disso, os candidatos contarão com figuras, mapas, gráficos e outras imagens coloridas nas provas das duas fases, para facilitar visualmente o exame para o candidato, proporcionando maior segurança na interpretação de informações. O concurso terá ainda detector de metais, que já existente desde as últimas edições como forma de garantir a segurança dos candidatos e a lisura do exame.

Para 2020, a Universidade de São Paulo oferece 11.147 vagas em 106 carreiras de graduação. Do total, 8.317 são destinadas à seleção pelo Concurso Vestibular Fuvest 2020, enquanto 2.830 vagas são voltadas para o Sistema de Seleção Unificada, com candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio. Adicionalmente, outras 113 vagas foram reservadas para estudantes brasileiros participantes de competições do conhecimento.

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close