Google volta atrás e defende a Huawei

Read Time1 Minute, 10 Seconds

A Google anunciou recentemente o afastamento da Huawei, o que fará com que os smartphones da empresa deixem de receber atualizações do sistema operacional Android. Porém, segundo o ‘Financial Times’, a Google está tentando defender a Huawei perante a administração Trump, argumentando que a que a empresa chinesa deixar de receber atualizações é uma ameaça à segurança dos EUA.

Vale lembrar que a decisão da Google de deixar de providenciar serviços aconteceu após a assinatura do Presidente dos EUA, Donald Trump, para uma ordem executiva de banir a aquisição de equipamentos da Huawei por empresas norte-americanas.

A fonte da publicação indica que o argumento está centrado na possibilidade de surgir uma versão híbrida do Android, o que colocaria o sistema operacional ainda mais em risco de ser invadido.

No momento, a Google tem uma licença temporária de lançar atualizações para smartphones da Huawei até ao dia 19 de agosto. Até lá é de esperar que as negociações entre a Google e a administração Trump venham ter desenvolvimentos, assim como a ‘guerra’ comercial entre os EUA e a China.

É precisamente esta ‘guerra’ comercial que muitos dizem estar na origem da decisão de Donald Trump relativamente à Huawei, com o Presidente dos EUA a indicar a situação da empresa chinesa poderia mudar de acordo com o rumo das negociações.

0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close