Para seus contatos
Read Time1 Minute, 30 Second

Contra prova está sendo feita em laboratório designado pelo Ministério da Saúde

A Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa) aguarda o resultado do exame de laboratório designado pelo Ministério da Saúde (MS), como referência para diagnóstico de coronavírus (Covid-19) sobre o caso divulgado como positivo, em Ji-Paraná, interior de Rondônia.

A contra prova é uma recomendação do Ministério da Saúde para validar ou não os resultados de coronavírus oriundos de laboratórios particulares ou de referência do Estado.

De acordo com Sid Orleans, coordenador do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), o caso, importado de São Paulo, foi informado à Vigilância Epidemiológica de Ji-Paraná no final da tarde de quinta-feira (19).

“O paciente ficou cerca de 48 horas no município e a Vigilância municipal está estabelecendo contato com as pessoas com as quais ele manteve contato, para orientá-las”, disse Orleans.

O Cievs de Rondônia entrou em contato com o Cievs de São Paulo para informar o caso, para que o mesmo seja acompanhando. O vôo deve ser localizado para que todas as pessoas que mantiveram contato com esta pessoa também possam ser acompanhadas.

Resultado positivo

A Secretaria Municipal de Saúde de Ji-Paraná confirmou, na noite desta quinta-feira (19), o primeiro caso positivo para o novo coronavírus em Rondônia. De acordo com a pasta, o paciente, de 29 anos, é morador de São Paulo que esteve em viagem a trabalho no município e, após sentir os sintomas, contratou uma equipe médica particular.

O resultado do exame diagnosticado como positivo foi entregue no início da noite desta quinta-feira ao departamento de epidemiologia de Ji-Paraná, que registrou o caso no sistema nacional de controle.

O último balanço oficial da Sesau revela que Rondônia investiga 84 casos suspeitos de coronavírus.