Painel Político

Revista, é uma editoria do site Painel Político, e apresenta notícias variadas sobre tecnologia, streaming, variedades, famosos, fatos do cotidiano no Brasil e no mundo.

Grávida fica “horrorizada” ao ter orgasmo durante exame ginecológico

Para seus contatos
Read Time2 Minute, 55 Second

A grávida diz que não consegue mais olhar para a obstetra nos olhos depois do caso, mas que a profissional afirmou ser normal ficar “sensível lá embaixo”

Em relato anônimo no fórum Reddit, uma mulher grávida contou como viveu uma experiência orgásmica “óbvia” e “de fazer as pernas tremer”. O que poderia ser completamente normal, se não fosse por um detalhe: o orgasmo aconteceu durante um exame ginecológico de rotina.

“Eu estou grávida. Muito grávida. E um dos ‘efeitos colaterais’ da minha gravidez é que eu estou muito sensível nas minhas ‘partes baixas’. Eu consigo ter três ou quatro orgasmos no sexo com penetração (o que faz o meu marido se sentir como uma estrela do rock), o que não acontecia antes da gravidez. Eu sempre tive uma libido saudável, mas agora ela está no teto”, diz.

Ela continua, contando que foi realizar um check up na obstetra e, por ter tido complicações na gravidez, precisava fazer um exame pélvico.

“Eu sento na mesa, coloco os pés para cima, a médica passa lubrificante nas mãos, insere dois dedos e começa o exame. Eu sabia que o que iria acontecer. Tentei evitar e me segurar. Mas ela estava pressionando e mexendo então eu obviamente tive um orgasmo. Com gemidos, pernas tremendo e tudo mais. Eu estava a ponto de morrer de vergonha. Fiquei horrorizada.”

“Minha obstetra é maravilhosa (alta, com um sorriso bonito, pernas longas, o ‘pacote completo’) e apesar de eu me considerar heterossexual, a mulher me faz reconsiderar isso (especialmente com todos os hormônios loucos). Isso faz com que a minha experiência seja ainda mais horrível.”

grávida afirma que a obstetra “lidou muito bem com a situação”, reforçando que é normal ficar “mais sensível lá embaixo” e que é algo que “acontece o tempo todo”. 

“Definitivamente havia um ar desconfortável de tensão na sala depois do ocorrido. Então é isso, eu não consigo mais olhar para a minha obstetra nos olhos e como falta menos de um mês para o bebê nascer, não tenho escolha a não ser continuar indo no consultório dela. Sabendo que ela sabe como é a minha expressão de orgasmo”, finaliza. 

Internautas comentam sobre orgasmo durante exame

A postagem chegou a 2,2 mil comentários, com muitas mães brincando que “o pior ainda está por vir”: “Não se preocupe, você provavelmente terá um orgasmo durante o parto também, então essa não foi o pior momento de vergonha”, brincou uma. 

Outras asseguraram que ela não foi a única grávida a passar por isso: “Na verdade isso é algo que acontece com mais frequência do que você pensa. Obstetras tem que lidar com situações muito piores. Vai ficar tudo bem nas próximas consultas”, disse outra. 

Porém, parece que chegar ao orgasmo durante consultas médicas não é tão comum, mas tem um lado positivo. “Perguntei para uma amiga e aparentemente isso é bem raro e acontece cerca de 10 vezes por ano. Mas mesmo não sendo a melhor situação, a mulher tem que estar confortável e muito relaxada com a médica, então veja por esse lado”, escreveu uma terceira. 

LEIA TAMBÉM

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo