Painel Político

Revista, é uma editoria do site Painel Político, e apresenta notícias variadas sobre tecnologia, streaming, variedades, famosos, fatos do cotidiano no Brasil e no mundo.

Homens invadem UTI de hospital e matam a tiros paciente internado em Balneário Camboriú

Para seus contatos
Read Time2 Minute, 7 Second

Crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira. Vítima de 30 anos estava internada desde o dia 22 de fevereiro, quando sofreu tentativa de homicídio

Um homem que estava internado no Hospital Municipal Ruth Cardoso em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, foi morto a tiros na madrugada desta segunda-feira (2) após homens armados invadirem a unidade. Ninguém foi preso. A vítima é Anderson dos Santos Coelho, 30 anos, que estava internado desde o sábado de Carnaval, há nove dias, após ter levado 13 tiros em um atentado no Bairro das Nações.

A vítima, de 30 anos, estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta da 1h, quando dois suspeitos encapuzados entraram no hospital e atiraram duas vezes contra o paciente. Os tiros atingiram a região do tórax e do abdômen.

Anderson dos Santos Coelho foi morto na UTI

O homem estava internado desde o dia 22 de fevereiro, após sofrer uma tentativa de homicídio. Na ocasião, ele foi atingido por um tiro enquanto caminhava na Avenida do Estado, no bairro Nações, conforme informado pela PM. O suspeito não foi localizado.

De acordo com o tenente-coronel Alexandre Coelho, funcionárias do hospital relataram à polícia que ouviram um disparo enquanto trabalhavam. Um homem com um capuz teria mandado elas virarem de costas e, em seguida, elas teriam ouvido outro tiro.

Outra servidora que estava de plantão no momento do crime afirmou à PM que dois homens encapuzados entraram armados na UTI. Um deles teria se aproximado da maca onde o paciente estava e atirado duas vezes contra ele. Em seguida, os dois teriam fugido do local.

Quatro atentados em 16 dias

Com o caso desta segunda-feira, Balneário Camboriú registra o quarto atentado a tiros em pouco mais de duas semanas. O primeiro ocorreu no dia 15 de fevereiro, quando o dono de uma lavação, e dois funcionários, foram executados a tiros na Barra Sul.

O segundo caso foi o que também teve como vítima o paciente assassinado nesta segunda-feira. Quatro homens, em um carro cinza, dispararam diversas vezes contra Anderson dos Santos Coelho na esquina da Rua Nicarágua com a Avenida do Estado, no dia 22 de fevereiro. A vítima foi atingida por 13 tiros.

No dia seguinte, 23 de fevereiro, Douglas Gonçalves Romano dos Santos, 23 anos, foi morto ao desembarcar de um carro de aplicativo no Bairro Pioneiros. Ele havia sido delator de uma facção criminosa no Rio Grande do Sul. Com G1 e NSC

VOTE NA ENQUETE

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo