Idoso com deficiência física é preso suspeito de estuprar mulher em casa de apoio em Porto Velho

Compartilhe
Read Time1 Minute, 54 Second

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima estava dormindo quando o crime aconteceu. Idoso negou o abuso sexual à PM

Uma mulher de 40 anos acionou a Polícia Militar (PM) para denunciar que foi vítima de estupro em uma casa de apoio no Bairro Costa e Silva em Porto Velho. O suspeito é um idoso de 63 anos, que é deficiente físico. O caso aconteceu na madrugada deste domingo (15).

De acordo com o boletim de ocorrência, quando a PM chegou no local, a vítima relatou que na noite de sábado (14) ela e algumas pessoas da casa de apoio, incluindo o suspeito, começaram a ingerir bebidas alcoólicas. Mas em determinado momento ela decidiu ir para o quarto dormir.

A mulher contou que por volta das 3h, acordou ao sentir que o suspeito estava tocando em suas partes íntimas. Ela disse aos policiais que empurrou o homem e acendeu a luz do quarto. Nesse momento percebeu que o idoso estava seminu.

Quando a PM questionou o idoso sobre a autoria do crime, ele negou o abuso sexual dizendo que na casa de apoio há somente um banheiro, no quarto da mulher. E enquanto fazia suas necessidades escorregou, por conta da sua deficiência, caindo na direção da cama da vítima, e isso teria dado a impressão de que havia abusado da mulher.

A dona do local disse que a casa de apoio recebia várias pessoas que estavam passando por tratamentos médicos, mas atualmente está desativada.

“No caso dele [suspeito], eu cedi um dos quartos para ele morar, e ele me pagava um valor simbólico”, explica, ressaltando que o idoso precisa de muletas para se locomover, pois alega ter a bacia quebrada.

Já a vítima, segundo a dona do local, é residente de Jaru (RO), que fica 291 km de Porto Velho. “Ela é uma amiga que conheci através da casa de apoio. Ela veio pra cá me visitar”, diz. Via G1

Continue lendo…

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close