Insosso e medíocre, X-Man Fênix Negra é dispensável

Read Time1 Minute, 17 Seconds

Atuações fracas e roteiro ruim marcam produção que está em cartaz

Um filme dispensável, que não vale a metade do valor do ingresso. X-Man Fênix Negra, que deveria ser a apoteose da franquia é um filmeco ruim, com atuações pálidas e um roteiro totalmente previsível.

Os atores pareciam estar cansados de atuar nos mesmos papéis. A atriz Sophie Turner (Jean Grey) estava tão animada quanto um doente com dengue. As mesmas expressões, uma falta de carisma tremenda que transparece na tela. James MacAvoy (Professor X) também teve uma atuação fraquíssima e não fosse pelo esforço de Michael Fassbender (Magneto) que realmente consegue fazer alguma diferença, o filme nem precisaria passar no cinema.

Também vale registrar o breve esforço de Jennifer Lawrence (Raven), que poderia ter se esforçado um pouco mais, mas talvez a incompetência do diretor não tenha colaborado. A sensação que o filme passa é que estavam todos de “saco cheio” de atuar na franquia.

O roteiro fugiu totalmente do original das HQs, enfiando uns personagens nada a ver no meio. Para quem, como eu acompanhei a saga de Jean Grey na versão original dos quadrinhos no final dos anos 80, o filme é um embolado de clichês. O universo X-Men ficou empobrecido. Melhor resetar e começar de novo. Mas sem a direção de Simon Kinberg, ele é tão dispensável quanto o filme.

Tem coisa melhor em cartaz.

https://youtu.be/xrbBVIpssDQ
0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close