Para seus contatos
Read Time1 Minute, 2 Second

Decisão impõe restrições como entrega do passaporte e proibição de frequentar a casa Dom Inácio de Loyola, onde ministrava sessões espirituais em Abadiânia

A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos, da Comarca de Abadiânia, concedeu prisão domiciliar a João Teixeira de Faria, o João de Deus. O advogado de defesa disse que pediu o cumprimento da pena em casa em razão da idade avançada e dos problemas crônicos de saúde, como remissão de câncer, hipertensão e problemas de coração.

A defesa diz que ele ainda está preso e aguarda a emissão do alvará de soltura nesta semana. João de Deus foi condenado a mais de 40 anos de prisão por crimes sexuais.

João de Deus, em Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: Renata Costa/TV Anhanguera

A decisão foi proferida na quinta-feira (26) e impõe restrições, como a entrega do passaporte ao Judiciário, uso de tornozeleira eletrônica, proibição de frequentar a casa Dom Inácio de Loyola, onde ministrava sessões espirituais e manter contato com as vítimas e testemunhas dos processos de crimes sexuais, que tramitam contra ele em segredo na Justiça.

João de Deus não pode sair de Anápolis, onde reside, e deve comparecer ao Judiciário todo mês para informar as atividades exercidas na prisão domiciliar. Com G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *