Painel Político

Revista, é uma editoria do site Painel Político, e apresenta notícias variadas sobre tecnologia, streaming, variedades, famosos, fatos do cotidiano no Brasil e no mundo.

Latam anuncia oficialmente pedido de recuperação judicial

Para seus contatos
Read Time2 Minute, 46 Second

A empresa também informou que já obteve a garantia de um suporte financeiro de até US$ 900 milhões dos seus principais acionistas da empresa, incluindo as famílias Cueto e Amaro, e a Qatar Airways

O Grupo Latam e suas afiliadas no Chile, Peru, Colômbia, Equador e Estados Unidos entraram hoje com um pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos em razão da crise financeira provocada pela pandemia da covid-19. No pedido de reestruturação da dívida com base no Capítulo 11 não foram inclusos os braços da companhia aérea no Brasil, Argentina e Paraguai. No Brasil, a empresa discute com o governo sobre o socorro bilionário do BNDES às empresas aéreas.

A Latam afirma que continuará voando normalmente, mas com o pedido de recuperação poderá trabalhar com os credores do grupo e demais partes interessadas formas de reduzir sua dívida, buscar novas fontes de financiamento e garantir a continuidade das operações, enquanto se adapta à nova fase da aviação em termos de demanda. É a segunda companhia aérea da América Latina que entrou com pedido de recuperação neste ano — a primeira havia sido a Avianca Internacional, há duas semanas.

No comunicado emitido pelo Grupo Latam, o CEO Roberto Alvo garantiu que a Latam e suas afiliadas pretendem continuar voando durante todo o processo de recuperação, conforme o cenário permitir. Além disso, o grupo se responsabilizou em seguir pagando os colaboradores, respeitando os pontos Latam Pass e as reservas de voos já realizadas.

“A Latam entrou na pandemia de covid-19 como um grupo de companhias aéreas saudável e lucrativo, mas circunstâncias excepcionais resultaram um colapso na demanda global que não apenas levou a aviação a praticamente uma paralisação, mas também mudou o setor para o futuro próximo. (…) Implementamos uma série de medidas difíceis para mitigar o impacto desta disrupção sem precedentes no setor, mas, no fim das contas, esse caminho é a melhor opção para estabelecermos as bases certas para o futuro do nosso grupo de companhias aéreas”, afirmou Alvo.

A empresa também informou que já obteve a garantia de um suporte financeiro de até US$ 900 milhões dos seus principais acionistas da empresa, incluindo as famílias Cueto e Amaro, e a Qatar Airways.

Muitas companhias aéreas com operações nos Estados Unidos, como a Delta, United Airlines e American Airlines, já usaram o processo de recuperação judicial com base no Capítulo 11 da Lei dos Estados Unidos para garantir sustentabilidade financeira. Em seu comunicado, a Latam faz questão de deixar claro que a medida não se trata de anúncio de falência ou liquidação.

Neste infográfico, a companhia explica como devem ser realizadas as etapas do processo de recuperação judicial, quais as afiliadas fazem parte do pedido e quais são os compromissos com clientes, fornecedores e funcionários neste período.

Devido ao fechamento de fronteiras e a baixa demanda, hoje o número de voos da Latam é reduzido. Antes da crise da covid-19, a empresa operava 1.400 voos diários em 26 países, transportando 74 milhões de passageiros por ano e empregando 42 mil funcionários. Já durante a crise, em abril, a Latam havia reduzido 95% de seus voos. Agora em maio anunciou a demissão de 1.400 funcionários das filiais do Chile, Colômbia, Equador e Peru, justamente as que agora entraram no pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos.

Via MelhoresDestinhos/Bruna Scirea

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo