Há uma série de mudanças na vida do casal após o nascimento de um filho. Alguns hábitos são deixados para trás, outros incorporados à rotina, e diante tudo isso é fato que a vida sexual também sofre alterações. É comum o sexo deixar de ser uma prioridade e a relação esfriar.

No entanto, a australiana Peta Tuck, mãe de três meninas, conta em entrevista ao site “Daily Mail” que, mesmo compartilhando a cama com as filhas, a sua vida sexual não deixou de ser movimentada. Na verdade, ela fala que dormir com as pequenas na mesma cama foi a melhor decisão a família teve.

Peta diz que começou a prática da cama compartilhada quando a sua filha mais velha tinha cinco meses de vida. “Era um batalha tentar fazê-la dormir”, fala. Porém, depois de tentar de tudo, ela resolveu ouvir seus instintos e ignorar tudo o que as pessoas a volta dela estavam falando. Depois de deixar a filha dormir com ela, percebeu que essa era a melhor solução. Quando suas outras duas filhas nasceram, ela não hesitou em fazer o mesmo.

A mãe ainda fala que suas filhas nem mesmo tem uma cama em seus quartos. Falando sobre os benefícios, Peta diz que essa foi a forma que a família encontrou de melhorar o sono de todo mundo. “Há menos estresse e pressão na hora de dormir”, fala.

Além disso, ela ainda comenta que isso oferece benefícios ao desenvolvimento da criança. “Está no nosso DNA ficar próximo aos nossos filhos”, diz. Para a mãe, as crianças choram para se comunicar e estar perto delas na hora de dormir facilita essa comunicação.

E como fica a vida sexual?

Um dos questionamentos que Peta recebe quanto conta que a família toda dorme na mesma cama é a respeito do sexo . Afinal, como garantir a vida sexual se tem três crianças dividindo o mesmo espaço? “O quarto não é o único lugar para fazer sexo”, responde brincando. Se você quer compartilhar a cama com os filhos e não quer deixar o sexo de lado, o segredo está em aproveitar os horários que eles estão fora de casa ou buscar outros cômodos.

Fonte: iG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *