O repórter Mauro Naves deixou a cobertura esportiva da Globo por ter se envolvido diretamente no caso de estupro envolvendo o atacante Neymar.

Em pronunciamento feito por William Bonner durante o “Jornal Nacional”, a emissora explicou que o profissional encaminhou contatos de Neymar pai para o primeiro advogado que representou Najila Trindade, mulher que acusa o jogador.

O âncora reforçou a competência do profissional, porém disse que as atitudes contrariavam as diretrizes da emissora e, por isso, foi afastado de suas atividades voltadas à cobertura esportiva.