Para seus contatos
Read Time1 Minute, 54 Second

No total, 41 pessoas foram diagnosticadas com o patógeno, que testes preliminares de laboratório classificaram como um novo tipo de coronavírus

Um homem de 61 anos morreu de pneumonia na cidade de Wuhan, no centro da China, depois de um surto de um vírus ainda não identificado, e outras sete pessoas estão em estado grave, disseram autoridades de saúde de Wuhan neste sábado.

No total, quarenta e uma pessoas foram diagnosticadas com o patógeno, que testes preliminares de laboratório citados pela mídia estatal chinesa nesta semana apontaram para um novo tipo de coronavírus, informou a Comissão Municipal de Saúde de Wuhan em comunicado.

De acordo com a comissão, o patógeno é uma “causa desconhecida de pneumonia viral”.

Duas das pessoas infectadas receberam alta do hospital e o restante está em condições estáveis, enquanto 739 pessoas que tiveram contato próximo com os pacientes foram liberadas, informou o documento.

O homem que morreu, a primeira vítima do surto iniciado em dezembro, era um comprador regular em um mercado de frutos do mar da cidade que havia sido previamente diagnosticado com tumores abdominais e doença hepática crônica, disse a autoridade de saúde.

Os tratamentos não melhoraram os sintomas depois da internação no hospital e ele morreu na noite de 9 de janeiro, quando seu coração parou. Ele testou positivo para o vírus, acrescentou o comunicado.

A comissão disse que nenhum novo caso foi detectado desde 3 de janeiro.

A autoridade sanitária de Wuhan também afirmou que os pacientes eram principalmente vendedores e compradores no mercado de frutos do mar, e que até o momento nenhuma equipe médica havia sido infectada, nem foram encontradas evidências claras de transmissão entre seres humanos.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) disse que um novo membro emergente da família de vírus que causou os surtos mortais de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) pode ser a causa do atual surto. Via Reuters.

Outros destaques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *