Informação foi confirmada pela Sesau nesta quarta-feira (22). Acidente aconteceu no dia 14 de maio; criança seguia internada em estado grave desde então

Morreu a menina, de 4 anos, que foi atropelada dentro de um condomínio no Bairro Novo, em Porto Velho, no início da noite desta quarta-feira (22). O acidente aconteceu no dia 14 de maio.

A informação foi confirmada pela assessoria da Secretaria de Saúde de Rondônia (Sesau), após o resultado do segundo exame de um médico neurologista que constatou o falecimento cerebral. Não há informações sobre velório.

A criança seguia internada em estado grave no Hospital Infantil Cosme e Damião, na capital do estado. Segundo o boletim de ocorrência registrado na noite do acidente, o atropelamento foi causado por uma jovem, de 24 anos, que morava no mesmo condomínio.

Em depoimento, a mulher contou à polícia que entrava no residencial a 20Km/h minutos antes do acidente. Perto da quadra de esporte, ela disse que viu a menina correr para frente do carro e freou no mesmo instante. Porém, o veículo acabou atingindo a criança.

Após o acidente, a menina foi levada até a UPA Sul da capital pela mãe e uma outra pessoa, mas precisou ser transferida ao Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, na Zona Sul de Porto Velho, devido a gravidade dos ferimentos.

Na ocasião, a polícia conversou com o médico que fez o primeiro atendimento na criança. O profissional de saúde informou que o estado da menina era crítico.

Nas redes sociais, internautas lamentaram a morte da menina. “Quando uma filha morre, todas as mães sofrem juntas”, comentou uma pessoa.

O acidente

Segundo o boletim de ocorrência registrado na noite do acidente, o atropelamento foi causado por uma jovem, de 24 anos, que mora no condomínio.

Em depoimento, a mulher contou à polícia que entrava no residencial a 20Km/h minutos antes do acidente. Perto da quadra de esporte, ela disse que viu a menina correr para frente do carro e freou no mesmo instante. Porém, o veículo acabou atingindo a criança.

Após o acidente, a menina foi levada até a UPA Sul da capital pela mãe e uma outra pessoa, mas precisou ser transferida ao Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, na Zona Sul de Porto Velho, devido a gravidade dos ferimentos.

Com G1/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *