Morte do filho de Rubens Barrichello abala o ex-piloto que é confortado por fãs: “como tem que ser”

Read Time1 Minute, 57 Seconds

Piloto falou em entrevista sobre o processo de divórcio com a ex-esposa, Silvana Giaffone

O ex-piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello deu entrevista ao programa TV Fama da RedeTv! onde falou do processo de separação com sua ex-esposa, Silvana Giaffone, com quem foi casado por 22 anos.

No bate-papo com o TV Fama, Rubens Barrichello contou que seus dois filhos reagiram bem no processo do divórcio e que estão dando forças principalmente para a mãe: “A coisa mais gostosa é perceber que essas crianças foram educadas a primeiro cuidar da mãe da melhor forma possível. Ela sempre foi nossa princesa nessa situação. Tenho dois meninos de ouro que arcaram com uma situação difícil para todos. É meio que normal hoje em dia uma situação de separação e nossa relação continua muito tranquila”.

Rubens Barrichello também falou sobre o drama da perda de um filho, e dizem que apesar da tristeza, as pessoas se identificam com a situação, assim como no caso da separação: “Nós perdemos um filho entre o Eduardo e o Fernando. Quando você fala as pessoas falam ‘também perdi’, ‘perdi dois’. A separação, quando você fala disso, as pessoas dizem ‘eu também’, ‘eu também’. Está tudo bem, caminhando como tem que ser.” Barrichello e Silvana perderam o filho em 2004.

Morando fora há três anos, o ex-piloto disse que tem planos de voltar para o Brasil:“A gente saiu do Brasil há três anos, quando estava violento. Está voltando o momento que o Brasil está ficando melhor, a gente ama o país e quer poder voltar.”

O ex-piloto também comentou sobre a mansão que colocou a venda por R$22 Milhões: “Não faz mais sentido ter. Eu amo a casa, se eu pudesse mantê-la… É caro e tal, mas é uma casa maravilhosa.” , diz Rubens Barrichello.

Rubens Barrichello e a ex-esposa, Silvana Giaffone (Foto: Divulgação)

Acostumado a protagonizar diversos memes na internet, Rubens Barrichello disse que não se ofende com as brincadeiras, até certo ponto: “Até o momento que mexem comigo só, não tem problema nenhum. Se for para dar uma apertadinha, aí já acho ofensivo, deixo brincar sozinho”.

As informações são da TV Foco

0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close