Para seus contatos
Read Time1 Minute, 39 Second

Vítima, de 56 anos, sofreu fratura exposta em uma perna. Caso é investigado pela Polícia Civil como tentativa de homicídio; suspeita foi detida

Uma mulher de 56 anos caiu do 3º andar de um prédio em Taguatinga Sul, no Distrito Federal, por volta das 19h30 desta quinta-feira (30). Ela afirma ter sido empurrada pela cunhada durante uma discussão.

A suspeita, de 43 anos, foi levada para prestar depoimento e, até a manhã desta sexta (31), estava detida na carceragem da Polícia Civil.

O filho da vítima, Tiago Lira, disse que o apartamento é do avô, um senhor de 96 anos. Segundo ele, a mãe foi empurrada pela namorada do irmão durante uma discussão sobre herança.

“O pai dela perguntou sobre o filho e ela respondeu que, depois que ele pegou o dinheiro, não o veria mais por aqui”, disse Tiago à reportagem. “Então, essa moça veio pra cima dela. Parece que deu um empurrão ou um murro, não sei exatamente, e ela caiu de cabeça.”

O caso é investigado pela 21ª DP, em Taguatinga Sul, como tentativa de homicídio.

Altura de 10 metros

Ao cair, a vítima ficou presa entre duas placas instaladas na laje do primeiro andar – onde há um comércio. A queda, segundo o Corpo de Bombeiros, foi de aproximadamente 10 metros. A mulher teve fratura exposta em uma perna e feriu o rosto.

Os militares fizeram os primeiros socorros e a levaram até o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), onde passou por exames de raio-x e prestou depoimento à polícia. Até a manhã desta sexta (31), a mulher aguardava para fazer uma cirurgia. Via G1

||+destaques