Mulher é presa em Goiás com bomba de 5kg na mochila do filho, de 3 anos

Compartilhe
Read Time1 Minute, 51 Second

Segundo a Polícia Militar, a mãe da criança de 19 anos estava nervosa e largou a mão do filho para andar mais rápido antes da abordagem

Uma jovem de 19 anos saiu de ônibus da cidade de Araguaína, no Tocantins, com uma bomba de 5 quilos na mochila do filho, de 3 anos, com destino a Anápolis, Região Central de Goiás. A Polícia Militar desconfiou do nervosismo da mulher após o desembarque na rodoviária da cidade, nesta sexta-feira (24).

A jovem foi presa em flagrante pelo transporte sem licença de substância de engenho explosivo, crime previsto no artigo 253 do Código Penal. O filho dela ficou sob custódia do Conselho Tutelar da cidade.

Segundo o tenente da Polícia Militar de Anápolis José Dias Barroso, a mulher soltou a mão do filho e começou a andar mais rápido quando avistou os militares. Neste momento, o oficial reconheceu que a atitude estava suspeita.

“Ela nos contou que veio do Tocantins para trazer essa bomba para uma pessoa desconhecida em Anápolis. A mulher não soube dizer quem era o receptor e que a pessoa entraria em contato com ela”, explica Barroso.

Aos militares, a jovem disse que recebeu o explosivo de um homem desconhecido em Araguaína e R$ 1 mil como recompensa para fazer o transporte da carga até Anápolis.

A polícia apurou que os explosivos estavam prontos para serem detonados e recebiam energia de uma bateria de celular. A jovem disse apenas que as bombas seriam usadas para explodir caixas eletrônicos da região.

Parte da rodoviária precisou ser interditada até a chegada do Batalhão de Operações Especiais (Bope), que detonou o explosivo. O tenente Barroso informou que a bomba tinha condições de derrubar um prédio de pequeno porte. A detonação feita pelo Bope, segundo o oficial, deixou um buraco de cerca de 2 metros de profundidade no chão. Com G1

+destaques

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close