Faça parte de nossos grupos de Whatsapp

Tecnologia

Netflix perde quase US$ 200 mi por mês com empréstimo de logins

A Netflix está perdendo dinheiro com o empréstimo de contas entre usuários, de acordo com um estudo realizado pelo site CordCuttin divulgado nesta semana. Segundo a pesquisa, o compartilhamento de senhas faz com que o serviço de streaming deixe de arrecadar, por mês, quase US$ 200 milhões.

O empréstimo de logins acontece quando um determinado usuário, que paga pela plataforma da Netflix , fornece sua senha para que outras pessoas que não assinaram o serviço possam assistir as séries e filmes disponíveis no catálogo. Com isso, a empresa está deixando de faturar pelo menos US$ 192 milhões (cerca de R$ 725 milhões) mensais.

O relatório aponta que o rombo nas contas do seviço de streamming causado pelo compartilhamento de senhas pode ser ainda maior, já que a pesquisa foi feita apenas com usuários americanos. Em outros países, os dados podem ser diferentes, aumentando a proporção de pessoas que utiliza a conta de terceiros para assistir ao conteúdo da plataforma.

Entre os norte-americanos, um em cada cinco usa a Netflix através da conta de outra pessoa: 37,9% deles utilizam a conta dos pais, 14,3% de irmãos e 11,4% de amigos. Confira:

Pais: 37,9%
Irmãos: 14,3%
Alguém próximo: 12,1%
Amigo: 11,4%
Outro membro da família: 10%
Outros: 6,4%
Parceiro: 3,6%
Filhos: 2,9%
Colegas de quarto: 1,4%

Apesar da perda financeira, os dados do CordCuttin revelam que 53% dos entrevistados que utilizam a conta de conhecidos para assistir Netflix fariam uma assinatura própria do serviço, caso fossem impedidos de continuar usando o login emprestado.

A pesquisa também mostrou que, quando comparada a outros serviços de streaming, como o Hulu e o Amazon Prime Video , a Netflix é a que mais perde dinheiro por empréstimo de logins . As outras duas plataformas perdem, mensalmente, cerca de US$ 45 milhões (aproximadamente R$ 170 milhões) cada.

Segundo o estudo, cerca de 5 milhões de pessoas utilizam o Hulu e o Amazon Prime Video sem pagar, enquanto 24 milhões de pessoas fazem o mesmo com a Netflix .

Fonte: Tecnologia – iG

Related posts
Tecnologia

O que se sabe sobre o vídeo da Momo, que causou pânico no Brasil

Tecnologia

Gamers se defendem na internet após massacre em Suzano, #SomosGamersNãoAssassinos

Tecnologia

Usuários relatam dificuldades para acessar Facebook e Instagram

Tecnologia

Facebook lança programa para reduzir Fake News

Assine nossa newsletter e receba nosso boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *