Noiva é feita refém por bandidos no dia do próprio casamento em SP

Read Time1 Minute, 55 Seconds

Criminosos fizeram a família refém e em seguida fugiram no carro da noiva. Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Guarujá e até o momento ninguém foi preso.

Uma noiva foi surpreendida por criminosos ao sair de casa, em Guarujá, no litoral de São Paulo, no dia do próprio casamento. Ela estava acompanhada dos dois filhos pequenos e, ao abrir a porta, dois homens invadiram a residência e obrigaram as vítimas a deitarem no chão. Encapuzado, um dos suspeitos deu um boneco e ofereceu água para as crianças se acalmarem.

O crime ocorreu na Praia de Pernambuco, segundo informou a Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (20). Os bandidos fugiram no carro da noiva e, até o momento, ninguém foi preso.

Ao todo, seis pessoas estavam na casa – uma delas era um policial militar. Enquanto um dos suspeitos ficou vigiando as três vítimas, o outro seguiu em direção ao andar superior da casa, trancando os demais em um quarto.

De acordo com o depoimento das vítimas, os assaltantes permaneceram na casa por mais de uma hora. As vítimas contam que os bandidos chegaram a fazer comentários sobre conversas que a família teve na noite anterior, o que indica que eles estavam em uma casa ao lado planejando o momento de anunciar o assalto.

Em seguida, outro criminoso, armado, entrou na residência. Ainda segundo a polícia, os três revezavam a posse da arma enquanto ameaçavam e roubavam pertences das vítimas. A família relatou à polícia que foi encontrado um cobertor na cerca elétrica, o que indica que eles teriam pulado o muro da casa vizinha.

Horas após o assalto, o carro da noiva foi encontrado pela Polícia Militar a aproximadamente 5 km da casa, na Avenida Assis Chateaubriand, na esquina com a Rua Dez, no bairro Jardim Virgínia. O veículo estava abandonado, trancado e sem as chaves. A corporação acionou um caminhão guincho e ele foi apreendido.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Guarujá. Informações que possam ajudar na investigação podem ser comunicadas à Polícia Militar pelo 190 ou por meio do Disque Denúncia 181. Não é preciso se identificar.

0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close