Novo laudo atesta que acusada de matar ex durante o sexo em Vilhena é sociopata

Compartilhe
Read Time1 Minute, 42 Seconds

Vânia Basílio está presa em Vilhena (RO) e defesa busca autorização para que a acusada entre no regime semiaberto. Jovem confessou crime após matar o ex: ‘queria matar alguém”

Um novo laudo de sanidade mental atestou que Vânia Basílio Rocha é sociopata – pessoa com transtorno de personalidade antissocial – e não pode cumprir o restante da pena no regime semiaberto, em Vilhena (RO). Vânia está presa por ter matado o ex-namorado a facadas durante o ato sexual.

A conclusão do novo laudo, divulgado nesta quinta-feira (28), foi feita por uma junta médica designada pelo Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO). Vânia fez o exame psiquiátrico no Hospital de Base, em Porto Velho, no dia 30 de outubro.

Diante da conclusão deste novo laudo, Vânia não poderá ser beneficiada com a progressão de regime e continuará presa no presídio feminino de Vilhena.

‘Queria matar alguém’

Na época em que matou ex a facadas, a acusada confessou ter matado Marcos Catanio Porto e disse: “queria matar alguém”. Antes do assassinato, a jovem chegou a escrever um post no Facebook afirmando não ter sido uma má namorada. A perícia no corpo de Marcos revelou que ele foi assassinado com 11 facadas.

Um laudo feito meses depois da prisão apontou que Vânia é sociopata. No júri em que foi condenada, em setembro de 2016, a acusada fez cara de fúria ao ouvir a sentença. Em setembro de 2017, a jovem foi agredida por uma detenta e chegou a sair para registrar boletim de ocorrência.

LEIA TAMBÉM


0 1
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close