Vale a pena revisitar alguns clássicos que estão no catálogo

A Netflix colocou em seu catálogo alguns clássicos que estavam empoeirados na prateleira, mas que valem muito a pena serem revisitados. Se você vai ficar em casa neste domingão, prepara a pipoca e olha a nossa lista.

Roubando vidas

Um assassino traiçoeiro está se passando por uma de suas vítimas enquanto viaja por todo o Canadá. Uma onda recente de assassinatos em Montreal trouxe a agente do FBI Illeana Scott para o norte para investigar. Os métodos incomuns de Scott rapidamente ganham a suspeita da polícia local, mas que a levam até o negociante de arte James Costa, que diz ter sido uma testemunha ocular do assassinato mais recente. Essa é a premissa do filme de 2004 que tem Angelina Jolie e Ethan Hawke no elenco. Com direção do excelente Daniel John “D.J.” Caruso, diretor que tem em sua filmografia Paranoia, Tudo por Dinheiro, Controle Absoluto e Eu Sou o Número Quatro, tem imagens fortes de cadáveres e ele aproveitou bem a sensualidade da estrela Angelina Jolie. O filme tem ainda no elenco Kiefer Sutherland e o na época estreante Paul Franklin Dano que consolidou sua carreira como ator, diretor, produtor e músico, atuando em filmes como L.I.E., The Girl Next Door, Little Miss Sunshine, There Will Be Blood, Prisoners e Okja.

Legião

Para quem está afim de conferir uma excelente luta do bem contra o mal e céu e inferno, a pedida fica por conta do brilhante Legião, filme de 2010 que tem Dennis Quaid no elenco e tem algumas cenas icônicas. O filme se passa em uma lanchonete no meio do nada e tem excelentes atuações. É diversão garantida.

Seven – Os sete pecados capitais

Brilhante. Clima noir, chuva, muita chuva e um elenco estelar, de Morgan Freeman a Brad Pitt e o excelente Kevin Spacey. O filme dispensa apresentações e vale a pena ser revisto. E se você é daqueles desligados, que talvez não tenha ouvido falar, procure agora no catálogo da Netflix e prepare a pipoca, refrigerantes e grade no sofá. Quando, a ponto de se aposentar, o detetive William Somerset (Freeman) aborda o último caso com a ajuda do recém-transferido David Mills (Pitt), eles descobrem uma série de assassinatos. Logo percebem que estão lidando com um assassino que tem como alvo pessoas que ele acredita representar os sete pecados capitais. Somerset também faz amizade com a esposa de Mills, Tracy (Gwyneth Paltrow, que está grávida e com medo de ter a criança em uma cidade cheia de crimes. O filme é de 1995.

HBO GO

Blade Runner – O caçador de Andoides, o clássico dos clássicos em ficção científica está no catálogo da HBO GO e se você não viu esse filme, ele é obrigação para o domingo. No século 21 (é, agora), uma corporação desenvolve clones humanos para serem usados como escravos em colônias fora da Terra, identificados como replicantes. Em 2019, um ex-policial é acionado para caçar um grupo fugitivo vivendo disfarçado em Los Angeles. O lance é que o filme é de 1982 e é interessante ver como se pensava que seria 2019 naquela época. Com Harrison Ford como protagonista o filme tem ainda Sean Young, Rutger Hauer e Daryl Hannah. Dirigido por Ridley Scott.

O Pacífico

E para quem gosta de guerra, a pedida é a excelente série O Pacífico. A série acompanha a jornada de três membros do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, desde a primeira batalha contra o Japão, em Guadalcanal, até seu retorno após o grande triunfo que deu fim à Segunda Guerra Mundial. The Pacific tem produção de Steven Spielberg, Tom Hanks e Gary Goetzman em associação com a HBO Films, Playtone, Dreamworks e Seven Network. As filmagens da série começaram na Austrália, dia 10 de agosto de 2007, e terminaram no final de maio de 2008. A trilha sonora foi escrita por Hans Zimmer, Geoff Zanelli e Blake Neely e foi lançado em 9 de março. A série estreou em 14 de março de 2010 na HBO. Ela está dividida em 10 episódios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *