Para seus contatos
Read Time1 Minute, 58 Second

Águas Claras dobrou o número de 16 para 32

Dados da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, desta segunda-feira (30), mostram que os casos de infecção por coronavírus na capital se concentram principalmente no Plano Piloto. Levantamento feito pelo G1/DF revela também que outras regiões administrativas, como Águas Claras, registram maior crescimento dos casos nos últimos cinco dias.

Até o fim da tarde desta segunda, o DF já contava com o total de 312 infectados pelo novo coronavírus. Destes, 285 já tiveram a região administrativa divulgada. Há duas mortes causadas pela doença na capital.

O primeiro boletim que revelou os registros da Covid-19 por região foi divulgado na última quinta-feira (26). Desde então, cinco dias depois, o local com aumento mais significativo dos casos foi Águas Claras, que dobrou o número de 16 para 32.

Aumento dos casos de coronavírus por região administrativa:

Registros de 26 a 30 de março

RegiãoDia 26Dia 30Casos a mais
Plano Piloto509040
Lago Sul365317
Águas Claras163216
Sudoeste/Octogonal193213
Guará10155
Lago Norte594
Vicente Pires363
Parkway363
Sobradinho I253
Jardim Botânico363
Samambaia242
Ceilândia132
Recanto Das Emas011
Núcleo Bandeirante121
Gama341
Santa Maria011
São Sebastião231

Fonte: Secretaria de Saúde do Distrito Federal

Há cinco regiões do DF que mantém o mesmo número de casos desde a primeira divulgação. São elas: Taguatinga, com 6 casos; além do Riacho Fundo I, Sobradinho II e Paranoá, com um caso cada uma.

As demais regiões não possuem casos registrados até o momento. No mais recente balanço, a Secretaria de Saúde não informou os dados de Planaltina

Mortes no DF

A Secretaria de Saúde do DF confirmou duas mortes por coronavírus. A primeira é Viviane Rocha de Luiz, de 61 anos, moradora de Brasília, que atuava como assessora técnica do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

De acordo com a pasta, ela foi internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) em 22 de março, depois de ser transferida de um hospital particular, apresentando febre, desconforto respiratório, e “com histórico de contato com paciente confirmado de Covid-19, que havia realizado viagem internacional”.

O segundo caso foi confirmado nesta segunda-feira (30), no Núcleo Bandeirante. Trata-se de Maurílio José de Almeida, de 77 anos. Ele tinha problemas no coração, doença respiratória crônica e um tumor.

No dia 27 de março, Maurílio foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Brasília. Ele morreu dois dias depois, no domingo (29). G1/DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *