Faça parte de nossos grupos de Whatsapp

Regional

Polícia Civil de RO prende servidores municipais que cobravam propina para abater dívidas de IPTU

Operação Esdras é deflagrada para combate à corrupção no setor público em São Francisco do Guaporé

Uma operação para combater a corrupção no serviço público foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (15) pela Polícia Civil em São Francisco do Guaporé (RO), distante pouco mais de 600 quilômetros de Porto Velho. A Operação Esdras tem como alvo dois servidores públicos do município, que estariam solicitando propina em troca do abatimento de dívidas com a Prefeitura.

Durante esta manhã, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa dos investigados, onde diversos objetos foram apreendidos para melhor esclarecimento dos fatos. Os servidores foram afastados dos cargos, e outras medidas cautelares também foram expedidas pela 1ª vara de São Francisco do Guaporé.

Agentes da Polícia Civil em São Francisco

Segundo o delegado responsável pela investigação, Rondinelly Moreira Santos, os homens são suspeitos de solicitarem dinheiro em troca do abatimento de dívida decorrente do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), que era devido pelo contribuinte. Parte do dinheiro de propina estaria sendo gasto em uma casa de prostituição.

Operação Esdras

A operação ganhou o nome de Esdras em referência a um versículo da Biblía, do livro de mesmo nome, Esdras 7:24, que diz: “Saibam também que vocês não têm autoridade para exigir impostos, tributos ou taxas de nenhum sacerdote, levita, cantor, porteiro, servidor do templo e de nenhum dos que trabalham nesse templo de Deus”.

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.
Related posts
Regional

PF deflagra "Arquimedes", prende ex-superintendente do IBAMA e investiga corrupção em RO e 7 estados

Regional

Mulher é acusada de desligar aparelho de oxigênio do pai, em Vilhena, "quero dar um fim ao sofrimento dele"

Regional

Polícia Militar de Rondônia inova mais uma vez e prende jovem que portava moeda de R$ 1 furada por "destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia".

Regional

Em Rondônia, 79 pessoas foram assassinadas nos dois primeiros meses de 2019

Assine nossa newsletter e receba nosso boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Worth reading...
MP denuncia mulher por matar filha bebê a marretadas e atear fogo ao corpo em Goiânia