Polícia Civil de Rondônia deflagra operação contra agentes penitenciários acusados de tortura

Read Time54Seconds

Presidiário delatou agentes em abril deste ano

A Polícia Civil do estado de Rondônia, por meio da Delegacia Especializada em delitos cometidos no Sistema Penitenciário (DEDCSP), deflagrou na manhã desta segunda-feira (03/06), uma operação contra agentes penitenciários que teriam sido acusados de torturar um preso em abril deste ano.

A operação denominada “Flagelo” tem como objetivo combater crime de tortura praticado por agentes público do sistema penitenciário. Cerca de 30 policiais civis participaram da operação e deram cumprimento a quatro medidas cautelares.

De acordo com a Polícia, a prática do crime foi registrada neste mês de abril dentro de uma unidade do sistema prisional e teve a participação de 04 (quatro) agentes públicos que atuam neste segmento. A vítima é um presidiário. “O trabalho de hoje visa combater a prática deste tipo de crime dentro do sistema prisional”, afirma o delegado Daniel Braga.

A polícia deve esclarecer os detalhes em uma coletiva de imprensa às 11 horas, no gabinete da Delegacia Geral da Polícia Civil.

0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close