Faça parte de nossos grupos de Whatsapp

Regional

Ponte desmorona na BR-364, abre buraco de 9 metros e viagens de ônibus são suspensas em RO

Ponte fica entre Jaru e Ariquemes, no Vale do Jamari. Ainda não foram criadas rotas alternativas.

Uma ponte desmoronou, na noite de quarta-feira (6), e deixou o tráfego de veículos interrompido na BR-364 em Caucalândia (RO), entre as cidades de Ariquemes (RO) e Jaru (RO), no Vale do Jamari. Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o desmoronamento ocorreu por causa das intensas chuvas na região.

A ponte que desmoronou fica sobre o Córrego Andirá, no Km 464. Um buraco de 9 metros se formou na rodovia e isso impossibilitou a passagem de veículos pelo local. Pedestres também não podem passar por questão de segurança.

Por volta de 23h30 da noite de quarta-feira, a PRF divulgou uma nota informando que pediu para as empresas de ônibus suspenderem as viagens de ônibus, pois ainda não há rotas alternativas para atravessas este trecho da BR-364.

Nenhuma pessoa passava pela ponte no momento da queda da cabeceira total da ponte, o que não deixou feridos.

Em nota, a PRF ainda informou que o Exército e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) estão discutindo sobre qual será a melhor solução para fazer o reparo na pista.

A BR-364 é a principal rodovia do estado, responsável por interligar Rondônia ao Mato Grosso, por exemplo. O Ministério de Infraestrutura já foi informado sobre a interdição da rodovia e está acompanhando o caso.

Fonte: g1

Related posts
Regional

Mulher é acusada de desligar aparelho de oxigênio do pai, em Vilhena, "quero dar um fim ao sofrimento dele"

Regional

Polícia Militar de Rondônia inova mais uma vez e prende jovem que portava moeda de R$ 1 furada por "destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia".

Regional

Em Rondônia, 79 pessoas foram assassinadas nos dois primeiros meses de 2019

Regional

Professor aposentado de 71 anos é preso suspeito de abusar de 2 crianças em Vilhena

Assine nossa newsletter e receba nosso boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *