Por que tomar sol no períneo não é uma boa ideia

Compartilhe
Read Time3 Minute, 3 Second

A ideia da moda de “pegar sol no períneo”, que alguns acreditam fazer bem à saúde, é deixar pegar um pouco de luz nessa área que está sempre escondida

Alguns influenciadores do bem-estar, como a metafísica Meagan, começaram a espalhar os benefícios (como mais energia e sono melhor) de se tomar sol nu de 30 segundos a cinco minutos e deixar a luz chegar às “partes baixas”, mais especificamente ao períneo, que é “a área do corpo que fica entre o ânus e o escroto, no caso dos homens, ou a vulva, no caso das mulheres”, explica Jeremy Fenton, dermatologista do Schweiger Dermatology Group de Nova York, ao Yahoo Vida e Estilo.

Recentemente, o ator Josh Brolin, de “Vingadores: Ultimato”, contou em um post no Instagram que tentou aderir a essa tendência, mas os resultados foram catastróficos.

“Experimentei essa moda de tomar sol no períneo, mas NÃO RECOMENDO, pelo menos não pelo tempo que eu fiquei exposto”, escreveu Josh. “Meu ânus tá todo queimado. Queria sair para fazer compras com a família, mas agora tô aqui colocando gelo, aloe vera e pomada para queimadura porque a dor é intensa. De verdade, não sei quem foi o retardado que teve essa ideia imbecil!”

Apesar de ser uma situação lamentável (e provavelmente muito incômoda), não é surpresa que Josh tenha se queimado, porque o períneo é “muito sensível” a queimaduras solares, explica Jeremy. “Essa área é vulnerável por dois motivos”, conta ele. “Primeiro, é uma área que não costuma ficar exposta ao sol, por isso, não responde da mesma forma que o resto do corpo que, por exemplo, produz pigmentos para proteger de futuras queimaduras. Em segundo lugar, a pele é sensível, então qualquer queimadura nessa região é mais dolorida e desconfortável”.

O principal risco de tomar sol no períneo são as queimaduras, que podem aumentar o risco de desenvolver câncer de pele. Ninguém quer ter câncer, muito menos nessa região. “Existem evidências que sugerem que os genitais são mais suscetíveis ao câncer de pele do que as outras áreas do corpo”, afirma Jeremy ao Yahoo Vida e Estilo. “Por exemplo, quando fazemos fototerapia no corpo para tratar certas doenças de pele, recomendamos cobrir os genitais justamente por isso. É mais difícil detectar o câncer de pele nessa região porque normalmente as pessoas não conseguem ver bem essa área”.

Em um post nas redes sociais, a metafísica Meagan também afirmou que “30 segundos de luz do sol no períneo equivalem a tomar sol o dia todo de roupa”. No entanto, Jeremy diz que não é possível comprovar essa afirmação. “Não conheço pesquisas médicas que comprovem os benefícios de se tomar sol nessa área específica do corpo”, afirma. “A exposição solar pode ajudar na produção de vitamina D, mas não há evidências de que essa área seja mais eficiente na produção desse nutriente do que as outras partes do corpo”.

“As pessoas podem considerar essa experiência relaxante, e esse pode ser um benefício dessa prática, mas existem muitas outras técnicas de relaxamento menos arriscadas”, completa Jeremy.

Continue lendo…

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close