Renegociação de dívida do Fies só até segunda-feira

Read Time1 Minute, 35 Seconds

Na instituição financeira, os valores em atraso serão somados ao montante a vencer

Universitários em dívida com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) têm até a próxima segunda-feira (29) para renegociar os débitos. A medida é válida para quem assinou contrato até dezembro de 2017 e não paga as parcelas há pelo menos 90 dias.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), são mais de 500 mil pessoas nessa situação. O saldo negativo, ainda conforme a pasta, chega a R$ 11,2 bilhões.

Ao aderir à repactuação, o estudante poderá parcelar a dívida em até quatro anos. Antes de abril, quando foi aberto o período para renegociação, o pagamento dos débitos só poderia ser feito à vista.

Real-Moeda Nacional

Adesão

Para participar, o inadimplente deve procurar a agência bancária onde firmou o contrato de financiamento, que deve estar em fase de amortização e não ter sido alvo de ação judicial. É obrigatória a presença de um ou mais fiadores, cuja renda não poderá ser menor do que o dobro do valor da nova prestação calculada.

Na instituição financeira, os valores em atraso serão somados ao montante a vencer. O total é o que será reparcelado, conforme a União. 

A prestação resultante da renegociação não poderá ser inferior a R$ 200. Além disso, o estudante terá que dar uma entrada, que precisa ser 10% da dívida consolidada ou R$ 1 mil – o que tiver o maior valor.

Parcelamento

A depender do prazo restante para liquidação do contrato, a renegociação do estudante pode ser parcelada em até 48 vezes ou, então, diluída ao longo do contrato. Por exemplo, caso restem cem parcelas para liquidação do contrato, o estudante poderá parcelar a dívida ao longo das prestações futuras (cem vezes).

0 0
0 %
Happy
0 %
Sad
0 %
Excited
0 %
Angry
0 %
Surprise
Close