A repórter estava ao vivo no centro de São Paulo quando parou para entrevistar um homem que dormiu na rua

Rolou um climão no ‘Bom Dia São Paulo’ desta terça-feira (6). O telejornal começou com uma reportagem sobre moradores de rua que morreram por causa do frio e a repórter Sabina Simonato foi criticada pela forma que conduziu o caso.

A repórter estava ao vivo no centro de São Paulo quando parou para entrevistar um homem que dormiu na rua. Ele explicou que não se sente seguro nos abrigos, falou que procura se aquecer com cobertores e contou que espera receber uma herança.

No fim da entrevista, o homem começou a criticar o governo e Sabina o cortou para encerrar o assunto. A repórter se despediu do morador de rua com um aperto de mão, mas um internauta achou o corte indelicado.

Como de costume, logo depois o apresentador Rodrigo Bocardi parou para ler as mensagens dos telespectadores no telão da emissora. Entre os posts, havia um recado elogiando a jornalista: “Que triste ver a falta de compaixão do próximo. Não vi desconforto da Sabina, e sim carinho e cuidado com o entrevistado”.

Bocardi leu o comentário e explicou ao público do que se tratava. “Tem muitas mensagens desse tipo aqui. Isso porque escreveram e agora me foge o nome… Disseram que havíamos tratado com nojo um entrevistado morador de rua depois de uma madrugada inteira no frio encontrando seu caminho”, disse ele.

Sem opinar, Rodrigo e Gloria Vanique seguiram com a atração. Em um determinado momento, inclusive, um telespectador avisou no telão que o apresentador estava com a cara fechada e precisava sorrir. “Estou com cara de bravo? Não tô não. São essas notícias duras, difíceis, acabam incomodando um pouco a gente”, minimizou.

Gloria ainda brincou que o diretor falou no ponto que Rodrigo é chato. “Mas a gente gosta”, completou, aos risos. “Viram a pressão que passo aqui?”, falou Bocardi. No fim do programa, porém, o jornalista voltou a falar do caso do morador de rua.

“Para quem acompanhou o ‘Bom Dia São Paulo’ de hoje, a Sabina Simonato brilhou muito! Brilhou! E amanhã ela está com a gente”, afirmou. Nas redes sociais, a repórter ainda não comentou o assunto, mas lamentou a situação dos moradores de rua.