Faça parte de nossos grupos de Whatsapp

Estilo de vida

Turismo está entre as tendências globais de consumo em 2019

Segundo relatório da Euromonitor International, viagens fazem parte do novo comportamento do consumidor no mundo

O desejo de viajar vai ganhar força entre consumidores do mundo todo. É o que aponta o estudo “10 Principais Tendências Globais De Consumo 2019” lançado pelo Euromonitor International, consultoria global de pesquisa e inteligência estratégica de mercado.

Entre as tendências crescentes relacionadas ao turismo, e mencionadas pelo relatório, estão as viagens experimentais (como “ano sabático”) e também uma maior demanda por viagens personalizadas, roteiros de “transformação interna” e “experiências autênticas” em harmonia com os valores e desejos do viajante. O documento diz que “isso gera oportunidades para agências de turismo”.

Segundo a gerente de uma agência de viagens de Toledo (PR), Daniele Picoli, há uma demanda crescente por viagens que ofereçam algo além de um roteiro tradicional de turismo. “Temos sentido essa transformação, essa busca por viagens que somem na experiência não apenas de turismo, e sim de vida”, confirma.

De acordo com o Euromonitor International, o turismo é um setor que gera “emoção”, e por isso também estará envolvido na tendência do compartilhamento de informações pelos consumidores. De acordo com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, “é essa mentalidade criativa, emotiva e digital que precisa ser compreendida e cada vez melhor atendida pelos prestadores de serviços turísticos. As múltiplas possibilidades do setor geram múltiplas oportunidades para o turista, para os empresários e também para o destino”, analisa.

A ideia da “simplicidade”, mais um valor de consumo apontado pelo relatório, é outro conceito que se manifesta nas tendências de mercado do turismo. Viagens ecológicas que combinem oportunidades para valorizar a culinária regional, conhecer habitantes locais e fazer uma imersão cultural no destino também estão em alta. É o caso da professora universitária Silvia Frantz, que recentemente conheceu São Miguel do Gostoso (RN) em uma viagem de oito dias com o marido e um casal de amigos. “A parte mais representativa foi perceber que as vivências mais simples são as mais carregadas de emoção. Provar a comida do lugar, conhecer os nativos que cozinhavam pra gente ali naquele destino incrível, e também suas histórias de vida, foi transformador”, conta a gaúcha que gosta de viajar para “conhecer a cultura local bem de perto”.

Para o consultor de Turismo do Euromonitor International, Wouter Geerts, os valores e prioridades do ‘novo consumidor’ estão voltados para o crescimento pessoal do turista, que quer gastar seu tempo ‘offline’ com necessidades específicas. “Os consumidores esperam que as mudanças comportamentais durante suas férias os ajudem a mudar sua rotina diária. Essa fuga não envolve necessariamente longas férias em locais remotos. O que realmente importa para os consumidores é a personalização”, diz o relatório.

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria e assessoria.
Related posts
Estilo de vida

Brasileiros preferem fé, em vez de estudo e trabalho, para melhorar de vida

Estilo de vida

Como Allan Kardec popularizou o espiritismo no Brasil, o maior país católico do mundo

Estilo de vida

Em 4 anos, 398 pessoas tiraram a própria vida em Rondônia; família é importante na prevenção

Estilo de vida

A youtuber vegana que enfureceu fãs ao ser filmada comendo peixe

Assine nossa newsletter e receba nosso boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *