Para seus contatos
Read Time2 Minute, 3 Second

Em nota, o Santander diz que “repudia categoricamente qualquer constrangimento a quem visita suas lojas” e pede desculpas à “consumidora e à sociedade

A cena de uma mulher tirando a roupa na porta giratória de uma agência bancária do Santander, na Avenida Cesário de Melo, no bairro de Campo Grande, Rio de Janeiro, viralizou nas redes sociais, provocando indignação nos usuários. O fato ocorreu na última quinta-feira.

Gravado por um dos clientes que esperavam na fila, o vídeo já começa com a mulher, não identificada, sem a parte de baixo da roupa. Antes de perceber que está sendo filmada, a mulher diz ao gerente do banco:” Meu marido está internado do STI, eu preciso pagar meu cartão para comprar remédio e passo por esse constrangimento. Um absurdo, isso não existe”.

Ao chegar mais perto para filmar o incidente, o cliente com a câmera é notado pelo gerente, que disse não ter “autorizado” a gravação. Neste momento, a mulher também percebe que está sendo filmada e diz, em tom elevado: ” Eu autorizo sim, você pode colocar em qualquer lugar que você quiser. Pode enviar para mim porque eu vou entrar com uma ação contra o banco”.

Ainda reclamando por estar sendo filmado, ele pede para a moça “tirar os objetos de metal”. Ela despeja os pertences — que incluiam peças de roupa — de dentro das sacolas no chão da agência. Ao final, o gerente se dirige ao interior do banco para pagar a conta da cliente.

Em nota, o Santander diz que “repudia categoricamente qualquer constrangimento a quem visita suas lojas” e pede desculpas à “consumidora e à sociedade”. O banco também explica que a cliente se despiu em frente a porta giratória depois de um intervalo de 3 minutos de espera.

Leia o posicionamento na íntegra:

“O Santander repudia categoricamente qualquer constrangimento a quem visita suas lojas. Antes mesmo de concluir a apuração, o banco antecipa as desculpas à consumidora e à sociedade. As câmeras de segurança mostram que menos de 3 minutos se passaram entre a entrada da cliente (12h32m57s) e sua decisão de despir-se diante da porta giratória (12h35m38s). Logo na sequência, o gerente chegou ao local e se ofereceu para efetuar a transação solicitada. Às 12h41m17s o vídeo registra a saída da cliente da agência, com o pagamento efetuado. A instituição ainda apura a conduta de seus colaboradores, e adotará medidas para evitar que situações como essa se repitam.”

Do Extra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *