Para seus contatos
Read Time2 Minute, 0 Second

Cantor postou imagens de câmera de segurança afirmando que se tratava de assalto

“Ain, a polícia matou mais, o bandidinho lindo não oferece perigo”. Com essa frase que o ex-vocalista da banda Ultraje a Rigor, Roger Moreira anunciou um vídeo que mostra uma vendedora de uma loja levando um tiro no rosto.

A situação, que parecia ser um assalto, na verdade era só mais um caso de feminicídio, entre as centenas que foram registradas este ano.

De acordo com a polícia, Renata Ranielly foi baleada pelo ex-namorado, Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, que não aceitava o fim do relacionamento. O caso aconteceu no último dia 23, na cidade de São Miguel, no Rio Grande do Norte. O ex-namorado de Renata está foragido e a jovem está internada na UTI, em estado grave.

De acordo com o delegado Cristiano Gouveia, responsável pelo caso, a investigação foi afunilando e novos indícios surgiram apontando o homem como principal suspeito do crime, que foi filmado por uma câmera de segurança do estabelecimento. Nas imagens, um homem de capacete atira na vendedora, mesmo sem ela esboçar qualquer reação.

Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, é procurado pela Polícia Civil do RN — Foto: Polícia Civil/Divulgação

O crime

Armado, o homem chegou ao local de moto, entrou na loja sem tirar o capacete e anunciou o assalto. Outras mulheres que estavam no local foram para os fundos da loja. Ameaçada pelo criminoso, Renata foi em direção ao caixa da loja, retirou a gaveta com dinheiro e colocou em cima da bancada.

Em seguida, ele apontou a arma em direção ao rosto de Renata, atirou e fugiu do local sem levar nada. Imagens de câmeras de segurança que fica do lado de fora da loja também mostram o criminoso chegando ao estabelecimento e depois fugindo em direção à RN-177, que liga a cidade a Pau dos Ferros, RN.

LEIA TAMBÉM